Category Vida de 4

O maior desabafo do mundo

Todos temos um limite, acreditem. Todos sem exceção, mesmo que achem que não. Ando há vários dias a engolir as merdas que me passam pelos olhos, muito ao estilo “não alimentes negativismo”. Mas cansa, sabem? Cansa mesmo muito. Talvez seja… Continue Reading →

Saltar nas poças de água, na rua e em casa

Fazer uma criança feliz é tão fácil quanto deixá-la saltar livremente em poças de água. É aquela frase bonita que muita gente diz, mas que depois, quando efetivamente vemos uma criança saltar na água, não faltam olhares reprovadores. Hoje, enquanto… Continue Reading →

Irmãos juntos no mesmo quarto

Partilhei algumas fotografias da transformação que temos estado a fazer ao quarto do Gui para que um dia a Laurinha também durma ali. Agora passou a ser o quarto dos dois, apesar da Laura ainda dormir no nosso quarto. Recebi… Continue Reading →

A Laura ainda anda ao colo?

SIM! Muito mesmo. Cá em casa o Babywearing passou a ser tão natural, já que é praticamente a nossa única forma de transporte, que já nem me lembro de partilhar fotografias. É parte do nosso dia-a-dia há quase 2 anos… Continue Reading →

Gostava de discutir menos contigo

Gostava de discutir menos vezes contigo por causa de parvoíces sem grande importância, mas não é fácil, e tu sabes. Acabou a manteiga. Faltámos a uma consulta que não estava na agenda. Não estendemos a roupa… Não dormimos há muitos… Continue Reading →

Um bebé para brincar contigo

“Vais ter uma irmã, para brincar contigo.” Tentámos sempre gerir as expectativas dele enquanto estava grávida. Ele ainda não tinha 2 anos quando lhe contámos, mas sempre deu sinais de perceber. Falava muito já e dizia a toda a gente… Continue Reading →

Coisas que me fazem feliz #1

O abraço deles. Ele estava pronto à nossa espera. Assim que a viu ajoelhou-se a abraçou-a. Ele feliz porque escolheu a roupa dele toda. “Era esta camisola que tu querias, mãe? E eram estas calças? E este casaco? E estes… Continue Reading →

Filhos

Os filhos são a razão para aquelas manchas negras por baixo dos olhos que nos fazem parecer uns verdadeiros pandas. São também eles a razão pela qual acordamos a sentir uma felicidade sem medida, só porque eles nos mostram o… Continue Reading →

Amanhã, prometo

Quando me apaixonei por ti, escrevi-te muitas vezes. Palavras que nem sabias que eram tuas. Um dia, sorriste de volta e o meu estômago doeu. Começou a nossa história, não apenas de amor. Uma história longa, com muitos altos e… Continue Reading →

Agora eu

Tudo acontece mais rápido. Nem sequer consigo ver que horas são. Sinto que sou cada dia mais descontraída, fazemos tudo com calma e com uma só regra: descomplicar. Mesmo assim, entre os dois, pouco resta para mim, para quem quer… Continue Reading →

« Older posts

© 2020 No Colo da Mãe — Powered by WordPress

Theme by Anders NorenUp ↑